#edihitt agregador informativo: política



👇Categorias: pesquise aqui👇

categoria

aaamorrr (3) Adele (2) Afonso Cláudio (7) Afonso Cláudio/ES (4) agregador (5) agregador edihitt (1) agregar (1) água (5) alô negócios (2) alô negócios !!! (2) amor (5) animadas (3) animais (72) animais de estimação (4) anuncioso (3) arquitetura (86) arquitetura de interiores (38) arquitetura e urbanismo (2) arte (49) arte e cultura (1054) artes (58) artesanato (97) banco de imagens (960) beleza (91) beleza e moda (18) Birdman (1) BizSugar (2) blog (40) blogger (21) blogs (24) blogspot (11) Brasil (187) buscar aqui (1) buscas (2) buscas populares (2) cabelos (6) cachorros (5) cães (11) Caixa Econômica Federal (3) canal (5) carnaval (2) casa (5) casamento (2) celebridades (132) celular (8) celulares (7) chuva (4) ciências (39) cinema (7) cinema e tv (16) clima (3) colunas e blogs (1500) comportamento (24) computador (4) comunidade (6) concursos (1) cores (2) crochê (4) culinária (82) Curiosidades (1417) curtir (3) datas especiais (20) decoração (23) DIARIAMENTE (2) Dicas (1908) dicas de beleza (5) dinheiro (138) diversidades (2) diversos (4) DIY (2) doces (2) dólar (2) e-mail (1) ecologia (5) economia (91) economia e negócios (2) edihitt (56) edihitt.wordpress.com (1) edilene brandão da silva (46) educação (43) eefm (1) email (3) emprego (8) engenharia (5) entretenimento (193) envia-links (1) enviar (2) enviar links (1) Enviar Links/Notícias (1) Enviar Links/Notícias/Artigos (2) Enviar Links/Notícias/Artigos...edihitt (1) envie (1) Envie teu link (1) ES (30) escola (2) Espírito Santo (21) esportes (27) estado do espírito santo (20) estatísticas (2) Faça seu login e siga-nos Participe (1) facebook (166) fale conosco (1) famosidades (5) famosos (38) fashion (2) feeds (1) filme (4) filmes (5) filosofia (3) fotografias (3) fotos (2) futebol (8) g + (113) g+ (4) gastronomia (34) gif animada (2) gifs (15) gifs animadas (5) Globo (9) google (33) Google AdSense (4) google aplicativos (1) google-site-verification: googled5a38144460aaa94.html (1) Google+ (2) governo (3) Grande Vitória ES (2) grátis (3) Headline Animator (1) headline animator Animador (1) higiene (4) história (5) humor (73) ícones (2) idéias (3) idosos (4) Imagem (5) imagens (15) imóveis (4) imóvel (2) indicamos (744) índice (1) informática (14) inscreva-se (1) instagram (1) internacionais (5) internacional (104) Internet (117) jardim (2) jequiti (5) jogos (6) Jurassic World (1) leitores (1) link (1) linkedin (3) links (1784) links úteis (3) Marlene Brandão da Silva (1) meio ambiente (19) memes (1) Mensagem (270) mensagens (260) mercado (3) Missão (1) moda (75) moda e beleza (35) mundial (6) mundo (41) mural (1) Música (7) Músicas (14) na hora principal (749) nacional (8) natal (20) natureza (5) negócios e marketing (127) nossa história (1) Nossos Links (64) Notícias (1747) notícias/artigos (1) novela (25) novelas (34) nutrição (6) o que é (20) o que fazer?! (752) opinião (2) ótimos (1) paisagismo (3) parceiros (1) parceiros ▲top▲ (1) parcerias (3) participe (1) passo a passo (8) pesquisa (2) pesquisar (2) Pesquisar? (1) pesquisas (1) pesquise aqui (1) pessoal (10) piadas (2) pinterest (5) pinterest ótimos (1) planeta (3) plus.google.com/+Edihittcom/posts (1) política (45) Política de Privacidade (1) presidente (2) publicidade (18) pyxy (10) recados (220) receita (31) receitas (55) reciclagem (11) reciclar (3) rede social (2) redes sociais (11) reflexão (61) religião (7) rss (2) Sam Smith (1) saúde (715) saúde e bem estar (2) seguir (2) seguir diferente (1) seguir este espaço (1) Seja + 1 leitor (1) SEO (2) séries (1) siga-nos (1) site (17) sites (14) sobre (1) Subscribe (1) Subscribe in a reader (1) tabela de cores (1) Tabela de cores e códigos (1) tablet (1) tecnologia (110) televisão (11) tempo (6) tricô (3) truques (5) turismo (30) tutoriais (9) tutorial (29) TV (41) twitter (10) urbanismo (4) veja (6) Venha fazer parte (1) ver agora ! (233) ver agora! (506) vídeos (222) Vitória (18) Vitória/ES (12) você sabia (4) web (6) whatsApp (135) WordPress (2) you tube (60) youtube (185)
Mostrando postagens com marcador política. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador política. Mostrar todas as postagens

Corpo do ex-governador Gerson Camata será velado nesta quinta-feira em Vitória/ES

...




....
Corpo do ex-governador Gerson Camata será velado nesta quinta-feira em Vitória





Corpo do ex-governador Gerson Camata será velado nesta quinta-feira em Vitória

Funeral vai ser realizado no Palácio Anchieta, sede do governo do Espírito Santo. Político foi morto por ex-assessor com um tiro em uma praia nesta quarta-feira (26).



Assassinato do ex-governador do Espírito Santo é motivado por disputa judicial


O corpo do ex-governador e ex-senador Gerson Camata, morto nesta quarta-feira (26) em frente a um restaurante na Praia do Canto em Vitória, será velado a partir das 8h desta quinta-feira (27) no Palácio Anchieta, sede do governo do Espírito Santo. O sepultamento está previsto para as 16h no Cemitério da Serra, na Região Metropolitana da capital capixaba.

Veja a repercussão da morte de Gerson Camata
Camata, de 77 anos, foi assassinado com um tiro depois de uma discussão com um ex-assessor, causada por uma ação judicial movida pelo ex-governador contra ele, que resultou no bloqueio de R$ 60 mil da conta bancária do agressor.




Marcos Venício Moreira Andrade, de 66 anos, confessou o crime e foi preso. A arma usada não tinha registro e foi apreendida. Ele vai responder por homicídio qualificado. A defesa de Marcos não quis comentar o caso e apenas informou que ele deve ser encaminhado para o presídio em Viana, na Região Metropolitana de Vitória, nesta quinta-feira.

“O assessor foi tirar satisfação ao encontrar Gerson Camata na rua, na calçada, próximo a uma banca de revista e a uma padaria. Neste encontro, iniciou uma discussão verbal, onde o assessor sacou a arma e efetuou o disparo contra o ex-governador”, explicou o secretário estadual de Segurança Pública, Nylton Rodrigues.



Depois de ser baleado, Camata ficou caído na calçada. O Samu chegou a ser acionado, mas ele não resistiu. Depois da perícia da Polícia Civil, o corpo foi levado ao Departamento Médico Legal (DML) de Vitória e foi liberado no final da noite de quarta-feira (26).

Relação conflituosa

Marcos Andrade trabalhou como assessor de Gerson Camata por quase 20 anos. Em 2009, contudo, a relação entre eles ficou comprometida quando Marcos denunciou um suposto crime de caixa 2 cometido por Camata ao jornal "O Globo".


Em entrevista, Marcos afirmou que Camata recebia mesadas de empreiteiras, apresentava recibos falsos de contas eleitorais e obrigava funcionários a pagar, com salários do Senado, suas despesas pessoais. Na época, ele apresentou documentos e anotações para comprovar a denúncia.


Gerson Camata negou as acusações à época. Ele afirmava que Marcos sofria de problemas psicológicos e que suas acusações não deveriam ser levadas em consideração.

O ex-governador processou Marcos por danos morais por conta das denúncias. Uma ação foi movida na Justiça do Espírito Santo e na do Distrito Federal.

Foi o juiz do Distrito Federal, Leandro Borges de Figueiredo, que decidiu pela condenação do ex-assessor em 9 de abril de 2012. Marcos foi condenado uma pagar indenização de R$ 50 mil, além de honorários e custas processuais.

O ex-assessor recorreu em instâncias superiores, ao longo dos anos, mas sem sucesso. O secretário de Segurança Pública do Espírito Santo, Nylton Rodrigues, disse que houve um bloqueio de R$ 60 mil na conta de Marcos para que ele pagasse a indenização em janeiro de 2018.

Sobre as investigações da denúncia de caixa 2, as denúncias publicadas em "O Globo" foram submetidas, ainda em 2009, à Procuradoria Geral da República e à Corregedoria do Senado (onde Camata exercia mandato na época). Nos dois casos, ficou entendido que as acusações não tinham lastro e foram arquivadas.

Trajetória de Camata

Gerson Camata, ex-governador do Espírito Santo, é morto com um tiro, em Vitória

Camata foi governador do Espírito Santo entre 1982 e 1986, exerceu três mandatos como senador, de 1987 até 2011. Ele ainda foi vereador de Vitória, deputado estadual e deputado federal.


Gerson Camata nasceu em Castelo, no sul do Espírito Santo, em 1941. Começou a vida profissional como jornalista e apresentador no programa Ronda Da Cidade, na Rádio Cidade de Vitória. Era formado em Ciências Econômicas pela Universidade Federal de Vitória.

Camata começou na vida pública como vereador da capital do Espírito Santo em 1967, no mandato seguinte, em 1971, foi eleito Deputado Estadual. Foi Deputado Federal por dois mandatos, de 1975 a 1983, governador do Espírito Santo em 1983 e foi por três vezes senador pelo estado, de 1987 até 2011.

Camata foi o primeiro governador democraticamente eleito depois da Ditadura Militar, no período de reabertura política.

Gerson é casado com Rita Camata, ex-deputada federal. Ele deixa dois filhos.



Saiba mais em:   g1.globo


aqui você sempre encontra: arte e cultura, banco de imagens, Brasil, colunas e blogs, culinária, curiosidades, dicas, dinheiro, economia, entretenimento, esportes,  indicamos, links, mensagem, mensagens,  recados, negócios e marketing, nossos links, reflexão, saúde, tecnologia, na hora principal, notícias, o que fazer?!, ver agora!, vídeos, youtube, e muito +...
basta pesquisar aqui







Por que o Brasil simplesmente não imprime mais dinheiro para sair da crise?



Por que o Brasil simplesmente não imprime mais dinheiro para sair da crise? 







A dívida e as contas públicas do Brasil estão em situação ruim, então por que o governo simplesmente não imprime mais dinheiro para sair da crise e investe mais em saúde, educação e outras áreas?

É uma pergunta que passa pela cabeça de muitas pessoas de tempos em tempos. Mas é claro que não é fácil assim.


"Se fosse uma solução tão simples, não teria por que nenhum profissional não ter pensado nela ainda; é isso o que o leigo deve realmente se questionar”, disse o economista Fernando Nogueira da Costa, professor do Instituto de Economia da Unicamp (Universidade de Campinas) e especializado em moedas e sistema financeiro.

Inflação e dívida disparariam com impressão de dinheiro

O descontrole da inflação ou mesmo uma crise hiperinflacionária é a consequência mais clássica de imprimir dinheiro. Perda de credibilidade, fuga de dólares e a necessidade de juros altíssimos para responder a tudo isso, além de desemprego e recessão, são outros efeitos que vêm a reboque.

O resultado, com o descontrole de juros e preços, seria uma dívida que ficaria ainda mais difícil de pagar e um país que sairia mais empobrecido, e não o contrário.

“Imprimir mais dinheiro não é uma opção de política pública, é uma falta de opção”, disse o economista Josué Pellegrini, analista do IFI (Instituto Fiscal Independente), centro de pesquisas em contas públicas do Senado Federal.

“É um mecanismo a que os governos recorrem quando não conseguem mais pagar a dívida, o que não deixa de ser uma espécie de calote”, afirmou Pellegrini, que também já foi gestor de políticas públicas do Ministério da Fazenda.

Impressão de dinheiro precisa acompanhar riqueza real
É normal que a quantidade de dinheiro disponível em um país (contado pelas notas, moedas e saldos em conta-corrente nos bancos) cresça ao longo do tempo, conforme crescem os investimentos e a produção. 

Isso, porém, acontece de forma gradual e tende a acompanhar o ritmo de expansão da própria economia. Mas fabricar mais moeda é uma forma artificial de fazer isso, porque só um dos lados da balança cresce.

“Emitir moeda faz as pessoas terem mais dinheiro e quererem comprar mais, mas a quantidade de coisas disponíveis continua a mesma, e isso faz os preços subirem”, disse Marcelo Balassiano, pesquisador sênior em economia aplicada do Ibre/FGV (Instituto Brasileiro de Economia da Fundação Getulio Vargas).

Isso acontece porque a chegada do dinheiro recém-emitido à mão das pessoas é quase imediata --o governo manda imprimir, usa para pagar seus credores, fazer obras ou injetar no caixa dos bancos comerciais e pronto, as cédulas e moedas novas já estão soltas por aí.

Por outro lado, aumentar a produção e os serviços não acontece no mesmo ritmo.

Real viraria pó, e dólar dispararia
A partir daí, afirmou Pellegrini, do IFI, é uma sucessão de tragédias: a alta rápida dos preços come a renda dos trabalhadores e empobrece a população, empresários congelam projetos e estrangeiros deixam de investir no país. “O dólar dispara, o que também faz os preços aumentarem e gera ainda mais inflação”, disse Pellegrini.

Na prática, começam a sobrar reais --tanto em relação aos produtos disponíveis para compra quanto em relação a outra moedas-- e é por isso que seu valor vai virando pó.

Conforme o dinheiro perde valor, o governo precisa mais dele e se vê obrigado a imprimir mais, o que redunda em mais perda de valor. O resultado da bola de neve é a hiperinflação (aumento de preço de pelo menos 30% a 50% ao mês).

Como comparação, a inflação oficial do Brasil hoje está em 4,2% ao ano, e a taxa mais alta a que chegou desde a estabilização do Plano Real foi de 12,5% ao ano, em 2002. 

Brasil e Alemanha do pós-guerra já passaram por isso
Exemplos práticos para a teoria não faltam. A Alemanha, que viveu uma das piores hiperinflações de que se tem notícia, é um exemplo clássico de governo que recorreu à máquina de dinheiro para pagar a conta da devastadora crise econômica.

Em 1923, a inflação lá chegou a 29.500% por mês --o equivalente a 20% ao dia, nas estimativas de um levantamento das maiores hiperinflações do mundo feito pelos economistas Steve H. Hanke e Nicholas Krus, da Universidade Johns Hopkins, em Baltimore (EUA).

Para se ter uma ideia, todo o dinheiro em circulação na Alemanha em 1913 dava para comprar apenas um quilo de pão dez anos depois (1923).

O Brasil, que passou a maior parte do século 20 com inflação de dois dígitos ao ano, esteve oficialmente em um estado de hiperinflação na década de 1980. Em 1989 e 1990, no auge, os preços aumentavam a um ritmo de 80% ao mês.


“O Brasil recorreu à impressão de dinheiro em vários momentos”, disse o historiador Julio Cesar Zorzenon, professor de história econômica da escola de economia da Unifesp (Universidade Federal de São Paulo).

“Getúlio Vargas fez isso nos anos 1930, durante a crise de 1929 e do excedente de café; Juscelino Kubitschek [1956-1961] fez isso para financiar seu plano de metas; foi uma prática também adotada na ditadura militar, principalmente após 1979, e mais tarde no governo Sarney [1985-1990]”, disse o professor.




Saiba mais em: economia.uol.  

aqui você sempre encontra: arte e cultura, banco de imagens, Brasil, colunas e blogs, culinária, Curiosidades, dicas, esportes,  indicamos, links, mensagem, mensagens, nossos links, reflexão, saúde, tecnologia, na hora principal, notícias, o que fazer?!, ver agora!, vídeos, youtube,   e muito +...
basta pesquisar aqui







Paulo Guedes indica Rubem Novaes para presidência do BB e Pedro Guimarães para a da Caixa



Paulo Guedes indica Rubem Novaes para presidência do BB e Pedro Guimarães para a da Caixa

Paulo Guedes indica Rubem Novaes para presidência do BB e Pedro Guimarães para a da Caixa



O futuro ministro da Economia Paulo Guedes indicou o nome do economista Rubem Novaes para a presidência do Banco do Brasil. Para a presidência da Caixa Econômica Federal, o nome indicado por Guedes é o do também economista Pedro Guimarães.

Os dois economistas estiveram na sede do Centro Cultural Banco do Brasil (CCBB) em Brasília, nesta quinta-feira (22).

O blog apurou que os dois nomes já foram submetidos ao presidente eleito Jair Bolsonaro e devem ser anunciados ainda nesta quinta.

Rubem Novaes é PhD em Economia pela Universidade de Chicago (Estados Unidos), já foi diretor do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), presidente do Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae) e professor da Fundação Getulio Vargas (FGV).

Guedes e Novaes se conheceram quando ainda estudavam na Universidade de Chicago (EUA), conhecida como um dos berços do liberalismo econômico mundial.

Já Pedro Guimarães é PhD em Economia pela Universidade de Rochester, tendo como tese o processo de privatização no Brasil. É atualmente sócio-diretor do banco Brasil Plural, grupo financeiro fundado em 2009 que atua no mercado de capitais.

De acordo com currículo disponível no site do Brasil Plural, Guimarães coordenou mais de R$ 150 bilhões em operações na bolsa de valores, e mais de R$ 30 bilhões em reestruturações de empresas, além de ter assessorado “diversos” processos de privatização, incluindo o do Banespa.

Ele já vinha participando de reuniões da equipe de transição do futuro governo e até se reuniu com a atual equipe econômica para discutir a situação dos bancos públicos.

Ipea
Paulo Guedes também escolheu Carlos von Doellinger para a presidência do Instituto de Pesquisa Econômica e Aplicada (Ipea). Ele integra a equipe de transição do governo como pesquisador do órgão.

Atualmente, o Ipea é subordinado ao Ministério do Planejamento, pasta que deverá ser absorvida pelo futuro Ministério da Economia.




Saiba mais em: g1.globo


aqui você sempre encontra: arte e cultura, banco de imagens, Brasil, colunas e blogs, culinária, Curiosidades, dicas, esportes,  indicamos, links, mensagem, mensagens, nossos links, reflexão, saúde, tecnologia, na hora principal, notícias, o que fazer?!, ver agora!, vídeos, youtube,  e muito +...
basta pesquisar aqui









Moro aceita convite para ser ministro da Justiça


Moro aceita convite para ser ministro da Justiça


Moro aceita convite para ser ministro da Justiça e diz que vai se afastar de audiências da Lava Jato




Valdo Cruz: Moro teria aceitado ser ministro da Justiça

O juiz federal Sérgio Moro aceitou nesta quinta-feira (1º) o convite do presidente eleito, Jair Bolsonaro (PSL), para ser o ministro da Justiça do novo governo.

A confirmação veio por meio de uma nota, divulgada por Moro, após uma reunião na casa de Bolsonaro, na Barra da Tijuca.

Pouco antes de a nota ser divulgada, um assessor do presidente eleito já havia confirmado para o blog a decisão do juiz.

Na nota, Moro disse que vai deixar novas audiências da Operação Lava Jato, para "evitar controvérsias desnecessárias". Ele era o responsável pela operação na 1ª instância. Moro disse que a operação vai continuar em Curitiba, com "valorosos" juízes locais.


O juiz Sérgio Moro, ao deixar a casa do presidente eleito 
Jair Bolsonaro (PSL), no Rio de Janeiro 
Foto: Henrique Coellho/G1

O juiz Sérgio Moro, ao deixar a casa do presidente eleito Jair Bolsonaro (PSL), no Rio de Janeiro — Foto: Henrique Coellho/G1

Moro também afirmou que pesou em sua decisão de aceitar o convite de Bolsonaro a possibilidade de implementar uma "forte agenda anticorrupção e anticrime organizado".

A reunião entre o juiz e o presidente eleito durou cerca de 1h30. Ao final, Moro chegou a se aproximar de jornalistas que aguardavam o resultado da conversa. No entanto, ele desistiu de falar com a imprensa, diante do barulho no local. Apoiadores da Lava Jato e simpatizantes do novo presidente se aglomeravam na frente da casa de Bolsonaro.

Pouco depois da confirmação de Moro, o presidente eleito publicou no Twitter que a agenda anticorrupção com "respeito à Constituição Federal" vai nortear o trabalho do Ministério da Justiça.

O juiz federal Sérgio Moro aceitou nosso convite para o Ministério da Justiça e Segurança Pública. Sua agenda anti-corrupção, anti-crime organizado, bem como respeito à Constituição e às leis será o nosso norte!






Moro é o 5º ministro já confirmado na equipe de Bolsonaro

Veja os demais:

Onyx Lorenzoni: Casa Civil
Paulo Guedes: Economia
General Augusto Heleno: Defesa
Marcos Pontes: Ciência e Tecnologia


Veja a íntegra da nota divulgada por Sérgio Moro:

Nota oficial:

Fui convidado pelo Sr. Presidente eleito para ser nomeado Ministro da Justiça e da Segurança Pública na próxima gestão. Após reunião pessoal, na qual foram discutidas políticas para a pasta, aceitei o honrado convite. Fiz com certo pesar, pois terei que abandonar 22 anos de magistratura. No entanto, a pespectiva de implementar uma forte agenda anticorrupção e anticrime organizado, com respeito à Constituição, à lei e aos direitos, levaram-me a tomar esta decisão. Na prática, significa consolidar os avanços contra o crime e a corrupção dos últimos anos e afastar riscos de retrocessos por um bem maior. A Operação Lava Jato seguirá em Curitiba com os valorosos juízes locais. De todo modo, para evitar controvérsias desnecessárias, devo desde logo afastar-me de novas audiências. Na próxima semana, concederei entrevista coletiva com maiores detalhes. Curitiba, 01 de novembro de 2018.

Sergio Fernando Moro

Sérgio Moro deixa a casa de Jair Bolsonaro após reunião no Rio de Janeiro



...
...
        










                   
Na hora principal,  o que fazer ?
Indicamos: Leia/Veja no Website:g1.globo




receba grátis nossas notícias, em seu e-mail:
  Digite seu endereço de e-mail:  

Delivered by FeedBurner

Compartilhar:

...▼...



✔ + buscadas:





Pesquisar :







👇👇👇

https://agregadordevideosyoutubeedihitt.blogspot.com.br/
http://aaamigosss.blogspot.com.br/ areceitablogger
blogdaqueridah
blogspotpopularbusca canaisfamosos1 https://dicasbloggertutorials.blogspot.com.br/dicas valiosas
kkersaberlavemoblogmenu3xquemeeereceitas3x





adiciona URL no google e apareça;nas buscas


https://analytics.google.com/analytics/web/template?uid=56bH4Yl1T5aXs4HM2EFd7A



Ir abaixo




Ir acima

Voltar ao Topo da Página